Saturday, November 14, 2009

Corridinha invernal

Correr quando a temperatura esta próxima de zero graus não é tão difícil. O difícil é tomar coragem para tal! Como as roupas térmicas estão cada vez melhores e, por que não dizer, mais baratas, o maior risco é passar calor e não "morrer de frio".

Para cada condição climática há uma combinação correta de agasalhos. No caso mais extremo, três peças: Uma primeira pele, o agasalho em si e um blusão corta-vento. Enfim, dá para se enfrentar -15 a -20 graus, mantendo-se toda a mobilidade e conforto para uma boa corridinha.

Até o começo de outubro, consegui correr de calção e camiseta, como fazia no Brasil durante o ano inteiro. A partir do final de outubro, o jeito foi mudar o guarda-roupa esportivo. Uma das marcas mais conceituadas é a Odlo. Mas, quem quiser gastar (muito) menos, tem uma linha bem razoável na Decathlon.

A outra pequena inconveniência das corridas de inverno é que há mais peças para serem lavadas depois da atividade esportiva. Claro, isso é frescura de brasileiro. Os franceses não têm esta preocupação.


Foto: O Monte Saint-Michel visto da estrada. A abadia é o principal ponto de atração francês fora da região parisiense (mais de 3 milhões de visitantes anuais). O rochedo é local de peregrinação cristã desde o século VIII e a abadia começou a ser construída no século X. Notem que Saint-Michel em português é São Miguel Arcanjo.

Site oficial: http://mont-saint-michel.monuments-nationaux.fr/
Post a Comment