Friday, April 24, 2009

Lava roupa todo dia, que agonia 3

O problema das lavanderias é o mesmo dos restaurantes, dos salões de beleza, do pequeno comércio e assim por diante. A grande parte dos seus funcionários recebe o SMIC, o salário mínimo francês:  Cerca de 1000 euros líquidos (1300 brutos).

O salário de 1000 euros é um paradoxo. Consegue desagradar empregados e patrões. Ele é insuficiente para o padrão de custo de vida local e caro para o dono de um pequeno negócio (não esqueçam dos encargos acrescentados aos 1300).  Evidentemente, ele não tem nada a ver com o de salário mínimo brasileiro. 

Talvez fosse melhor um SMIC menor, gerando mais empregos e bem menos desembolso com seguro desemprego, que aqui é bem generoso. Pois é, a França está cheia de artifícios que amortecem os efeitos catastróficos da mesma crise que joga milhões de americanos na sarjeta. 

Entretanto, o capricho keynesiano é uma trava ao dinamismo da economia. A França está condenada ao eterno marasmo. 


Foto: Voltando a Crémieu, estava devendo a foto lá do alto, de onde se avista o mercado e a cidade.

Post a Comment