Thursday, May 13, 2010

Seleções

O técnico de futebol da França - Raymond Domenech - conseguiu se manter no comando da seleção aos trancos e barrancos. A um mês da estréia na Copa, ele mal conseguiu definir o time. Não convocou 23 jogadores, como o Dunga, mas 30. Até o dia 1/6, ele deverá eliminar os 7 jogadores em excesso.

Parece um “reality show” futebolístico. Só falta ele pedir para o povo escolher quem deve ser eliminado: Se quiser eliminar o Thierry Henry, disque 1234! Assim, pelo menos, ele poderia compartilhar o seu fracasso.

Torcer pela França é emocionante. Apesar dos sucessos recentes (em cima do Brasil), a chance da França cair logo na primeira fase é sempre grande. Sem contar a possibilidade de sair da Copa sem marcar um golzinho. Não vai faltar torcida!

Quanto ao Brasil, poderei assistir tranquilamente aos jogos da primeira fase, pois no horário europeu, eles serão no final da tarde e à noite. No jogo contra a Coréia (15), os expatriados brasileiros de Lyon se reunirão no restaurante mais brasileiro da cidade (Sambahia).

Eu li muitos comentários sobre a seleção do Dunga e confesso que não tenho nada a acrescentar. Não acompanho a Seleção há três anos. Alguns dos nomes são estranhos para mim. O mais familiar é o Michel Bastos, do Lyon, é claro!


Fotos: Ainda em Saint-Jean-de-Luz, desta vez na praia, num dia de chuva. Ao fundo a cidade de Ciboure, com destaque para o forte e o dique externo (à direita), que garantiu a proteção definitiva à cidade. A foto abaixo é apenas um detalhe da foto acima, mostrando o casario basco.



Post a Comment