Friday, April 29, 2011

O casamento

Mais uma vez, as tradições da realeza mostraram-se mais fortes do que os poucos republicanos que se apresentaram nos últimos dias. Eles estão certos. O casamento real desperta um grande fascínio popular. Se eu fosse um republicano inglês, hibernaria até que William ou Kate pule a cerca.

Muitos comentaristas renomados escreveram palavras elogiosas à monarquia britânica. Há dois argumentos notórios para não esculachá-la: 1) O Reino Unido tem problemas estruturais muito mais importantes do que a família real. 2) A história recente mostra que não há diferenças relevantes entre as repúblicas e as monarquias. Enfim, em bom português, a realeza não fede nem cheira.

Justamente, por causa dessa indiferença, que eu fico com a opção republicana de igualdade entre todos os cidadãos, de uma sociedade na qual cada um pode aspirar à qualquer posição, inclusive a sua suprema liderança. A monarquia não faz mal à Inglaterra, mas o fim de todos os regimes hereditários do planeta faria um grande bem à humanidade. Vive la République!


Foto: Fim de tarde na área do canal de Nîmes (Quai de la Fontaine).

Post a Comment