Friday, March 5, 2010

Macbeth

Lyon, Théatre des Célestins, 4 de março de 2010. A companhia inglesa Cheek by Jowl apresenta Macbeth.

Ato IV. Cena III.

Malcolm e Macduff organizam-se para retornar à Escócia e destronar Macbeth, cada vez mais tirano. O diálogo entre os dois é dramático.

Macduff: "O Scotland...O nation miserable, with an untitled tyrant bloody-scepter'd".

Malcolm, tomado de emoção, responde: "Devilish Macbeth has sought to win me into his power". Com um enorme sofrimento, termina manifestando a sua aliança com Macduff: "Now we'll together, and the chance of goodness be like our warranted quarrel!". Malcolm vomita e vai ao chão.

Eu pensando comigo mesmo: Uau, que show de interpretação! Que realismo! Mas, havia um problema. Malcolm não pode morrer, pois ele é coroado rei da Escócia no final da peça. Mal pude concluir o pensamento, quando um dos membros da trupe foi para o centro do palco e anunciou - num francês bem rudimentar - um intervalo emergencial para a substituição de um ator. Estava tudo explicado.

A companhia voltou com um novo ator no papel de Malcolm e retomou o texto desde "o nation miserable". Macduff matou Macbeth. Malcolm foi coroado. E os escoceses viveram felizes para sempre. De saia, mas felizes. Só não me perguntem como está Orlando James, o ator que interpretava Malcolm.



Foto: Uma outra foto do Monte Saint-Michel, na Normandia, durante as minhas férias de agosto.

Post a Comment