Sunday, April 25, 2010

Contagem regressiva

A Copa está chegando. Daqui a poucas semanas, o futebol dominará todas as conversas. Nessas horas, é péssimo estar longe do Brasil. São raros os países que mudam a jornada de trabalho para adaptar-se aos horários dos jogos.

A França é bem mais cautelosa. Habituada com a possibilidade de desclassificação logo na primeira fase, nada de empolgação e horário de trabalho normal. Se o time passar, bem, aí vale uma torcidinha extra.

Por enquanto, ainda não me planejei para assistir aos jogos do Brasil. Na última Copa, eu consegui manter uma televisão ligada no jogo do Brasil durante a reunião do comitê diretor do qual participo. Felizmente, foi antes da humilhante eliminação contra ELES.

A França entrará na Copa muito desacreditada. Classificação sofrível com o toque de mão de Henry e um gigantesco escândalo de prostituição afetando os maiores craques nacionais. Os jogadores estão intimamente ligados a uma rede de prostituição de menores. Usam os serviços das meninas e ainda promovem a rede. A desculpa esfarrapada é a mesma em todo mundo: "Eu não sabia que eram menores", admitiu Ribéry, o super craque do Bayern e da seleção francesa. Ninguém vai para o xadrez, mas todo mundo vai passar na delegacia e contar o que sabe.

O único alento ao futebol francês é o Lyon muito perto de uma final histórica da Copa dos Campeões. Allez l'OL! Já com relação ao Brasil, vocês estão bem mais informados do que eu.


Foto: Em Bayonne, as tendas diante dos prédios recebem a Feira do Presunto de Bayonne, um orgulho local. Nas fotos abaixo: Uma tomada no interior da tenda e um poster do evento.







Post a Comment