Tuesday, April 20, 2010

Depois do vendaval

Dezenas de milhares de pessoas ainda estão retidas ao redor do mundo por conta do bloqueio aéreo do qual a Europa começa a se livrar. Confesso que está sendo divertido ouvir as aventuras dos primeiros colegas que estavam na Ásia ou nas Américas e voltaram à França.

Entrar nos poucos vôos iniciais foi um sufoco. A regra básica é desobedecer a companhia aérea e botar pressão. Essa história de aguardar em casa não funciona. Meus colegas desembarcaram em Toulouse ou Marselha. Quem disse que havia trens, carros de aluguel ou mesmo hotéis para todos?

O trem é a alternativa lógica na Europa. Porém estamos em período de férias e dois amáveis sindicatos de maquinistas ainda estão em greve. Resultado, pouquíssimas vagas. Restam as locadoras de veículos. Não há carros para todos. De qualquer forma, quem eu encontrei passou o domingão na estrada.

Não foi só no trabalho que eu tive surpresas. No início da semana, recebi um recado da empregada. Ela estava retida na Tunísia, pois passou alguns dias num resort. Bem, não é à toa que, aqui na França, tratamos a empregada como Madame.


Foto: Bayonne em dia de feira. Nada como chegar na cidade em dia de feira, com bandas pelas ruas e até mesmo a Festa do Presunto, mas isso fica para o próximo post.


Post a Comment