Friday, August 6, 2010

Gargalo

Assim como São Paulo, Lyon não concluiu seu rodoanel. Entretanto, há uma grande diferença entre a cidade francesa e a brasileira: O tamanho da frota. São Paulo tem mais veículos parados diariamente no rodízio do que aqueles que circulam em Lyon.

O maior problema do gargalo rodoviário gaulês fica para os parisienses, obrigados a passar por dentro de Lyon (Túnel da Fouvière), quando deslocam-se para a costa mediterrânea. Para o prefeito socialista de Lyon, esse não é um grande problema.

Um fato recente ilustra a gestão dos transportes na cidade. Nas próximas semanas, começa a circular o tramway que ligará o centro da cidade (Part-Dieu) ao seu aeroporto (Saint-Exupéry) em pouco menos de meia hora. A cidade não perdeu tempo. Mesmo antes de inaugurá-lo, impôs obstáculos aos motoristas. Uma avenida vital na ligação com o aeroporto perdeu faixas e um viaduto está sendo destruído. O caminho do bonde, uma nova ciclovia e uma calçada mais larga são prioritários. Os motoristas que se virem.

A abordagem de Lyon é correta. Antes de se pensar na punição aos condutores de automóveis, oferece-se alternativas.


Foto: Fechando a série de fotos da Alsácia, mais uma foto da área central de Colmar.
Post a Comment