Tuesday, April 9, 2013

De volta!


Minha ausência deste blog foi maior do que esperava. Há bons motivos. Sempre que vou à França, entro no modo "esponja". Desligo do Brasil e passo a absorver tudo que posso do noticiário local: jornal, televisão e web. Confesso que minhas fontes andaram mais à direita do que o normal. Ninguém é perfeito.

Sob qualquer ponto de vista, a desconstrução do François chega ser hilária. A situação da Europa é preocupante, mas o presidente francês tem mostrado incompetência ímpar. Os anos passam e a piada é a mesma dos tempos de Lula e Sarkozy: Dilma e François têm 100% de popularidade. Os dois juntos! Ela com 70 e ele com 30. Voltarei a falar do pobre François em breve (não confundir com o François dos pobres, o Papa).

Consegui encaixar uma esticada na Provence. Revisitei Les Baux de Provence para conhecer as Carrières de Lumières, uma pedreira desativada transformada em espaço de arte graças às projeções digitais. Experiência única para se entrar dentro da obra de Monet, Renoir e Chagall, entre outros. Veja o site.

Não tive ânimos para correr pelos parques de Lyon ou Paris. Estava muito frio para a época. Até mesmo na Provence, não foi fácil suportar os ventos gelados. Faltou um incentivo amigo para encarar zero graus sem roupas especiais. Não foi a primeira vez que deixo meus calçados de corrida intactos na mala. Eles adoram fazer milhagem!


Foto: Rua de Les Baux de Provence no último domingo de Páscoa.
Post a Comment