Thursday, April 9, 2009

Chocolate (mais um post açucarado)

A tradição de se presentear chocolate na Páscoa também é muito forte por aqui. A diferença é que no Brasil há um massacre midiático em torno dos famigerados ovos.

Nesta época, os mestres "chocolatiers" são uma atração à parte. Além dos grandes fornecedores de chocolate, existem inúmeras lojas independentes que fazem seus próprios produtos. Algumas delas levam a arte ao extremo, são verdadeiras butiques gastronômicas.

Os melhores produtores da França controlam o processo desde a origem do cacau. A Pralus - de Roanne, já mencionada neste blog - possui plantação própria em Madagascar. No ranking das origens mais prestigiadas, o Brasil não aparece.

Quem passar pela França, pode degustar o melhor do chocolate sem precisar ir para Roanne, pois a Pralus abriu uma filial em Paris. Guarde os nomes para a próxima viagem.

- Bonnat, Voiron
- Pralus, Roanne e Paris
- Jacques Génin, Paris

Algumas dicas:

Prepare o bolso e não saia de casa sem ele, afinal saborear um Gianduja do maître chocolatier Jacques Génin não tem preço! E olha que existem lojas ainda mais caras.

Não fale de chocolate suiço perto desses mestres, segundo eles, os vizinhos são uns trapaceiros. Mas isso é outra história.

Para quem perdeu meus posts sobre Flavigny, a cidade do filme Chocolat, veja:
http://fotolog.terra.com.br/fbirman:543


Ficarei offline por cerca de uma semana. Boa Páscoa!


Foto: Feira dominical de artesanato, antiguidades e quinquilharias às margens do Saône, em Tournus, na Borgonha.
Post a Comment