Friday, September 11, 2009

Francamente 1

Escândalo de última hora na França! O Ministro do Interior, Brice Hortefeux, que ocupa um dos cargos mais importantes do governo, foi flagrado num momento de racismo explícito. A coisa está quentíssima por aqui.

Durante a última universidade de verão da UMP (partido do Sarkozy), um jovem militante de origem árabe, Amine, entra na roda da cúpula do partido. Entre eles, Brice Hortefeux, Jean-François Copé (líder da UMP no Congresso) e outros participantes não tão conhecidos. Por alguns segundos, Amine é o centro das atenções da rodinha. Vejam o diálogo, na minha tradução livre a partir da transcrição dos jornalistas:

Um participante: Ah, Amine, isto é a integração!
Hortefeux (sobre Amine): E ele ainda é bem maior que nós!
Outro participante: E ele fala árabe!
(Risos)
Copé (para Amine): Não se deixe impressionar, estes são socialistas infiltrados!
Uma participante: Ele é católico, come porco e bebe cerveja!
Hortefeux: Isso definitivamente não corresponde ao estereótipo!
(Risos)
Um participante: Nosso pequeno árabe!
Hortefeux: Sempre é necessário ter um. Quando tem um está bem. Mas quando tem vários que aparecem os problemas. Vamos lá, boa sorte!

Vídeo disponível no Youtube e Dailymotion.

Vejam que o vídeo mostra um clima extremamente descontraído. Pois a realidade é assim mesmo. Este tipo de ironia é tão comum, que as próprias minorias agredidas acostumam-se e nem se dão conta da agressão. Hoje, o jovem militante de origem árabe saiu em defesa do ministro do seu partido.


Foto: Ainda em Sienna. Acima, detalhe do paço municipal. Abaixo, uma montagem com as fotos das bandeiras que se espalham pela cidade. Cada um dos 17 bairros do núcleo medieval tem o seu estandarte, orgulhosamente defendido na Corsa del Palio. A corrida de cavalos não tem nenhuma relação com o que se passa hoje em qualquer hipódromo. Historicamente, era realizada pelas ruas estreitas da cidade, colocando-se em risco o cavalo, o cavaleiro e o público. Em 1605, ela foi transferida para a Piazza del Campo, de onde nunca mais saiu.



Post a Comment