Tuesday, January 26, 2010

De volta para o remetente

Os radares da Córsega falharam. Evidentemente, a França não foi atacada. Pior! Um barco se aproximou da ilha e despejou dezenas de refugiados curdos. Existem pelo menos 30 milhões de curdos entre Irã, Iraque, Turquia e Síria. Eles são minoria nos quatro países. Minoria não, saco de pancadas: Vítimas de perseguições, chacinas e todo tipo de violência.

Sarkô autorizou que eles sejam submetidos a exames médicos básicos, tomem um banho e passem um perfuminho. Depois, que sejam despachados de volta para o remetente. Aqui, eles não ficarão!

Ninguém dá bola para os curdos. Se eles estivessem apenas no Irã, seriam mais úteis. Poderiam ajudar a desestabilizar o regime. A mídia mostraria a sua calamitosa realidade e, quem sabe, seriam festejados como os palestinos. Mas, não é o caso. A chave do problema é a Turquia. Este importante aliado do Ocidente no mundo islâmico poderia ser desestabilizado pela recrudescência da causa curda.

Enfim, o mundo pensou e concluiu que é melhor deixar assim mesmo.


Foto: No final de outubro, passei alguns dias na Provence. A foto é do centro de Salon de Provence, num belo cantinho a poucos metros da casa onde viveu Nostradamus, atualmente um museu. Interessante, por sinal.


Post a Comment