Tuesday, January 12, 2010

Dilemas aéreos

Ryanair e Easyjet, as duas maiores companhias "low-cost" da Europa, estão fazendo um estrago no mercado. A irlandesa Ryanair transporta quase o mesmo número de passageiros da líder Air France-KLM, em torno de 70 milhões ao ano. A Easyjet, por sua vez, já ultrapassou a compatriota British Airways, atingindo 46 milhões.

A boa notícia é que o fenômeno low-cost está mesmo pressionando as companhias tradicionais. A má notícia é que as últimas deverão recorrer aos mesmos truques para baixar o seus preços. Eu digo truques, pois em várias comparações, ao considerarmos o custo total da viagem, a diferença pode não ser tão grande.

Eu usei a Easyjet algumas vezes. De férias ainda vai, mas a negócios é um mico. Enquanto que num vôo normal da AF, podemos chegar meia hora antes da partida, com a Easyjet há bem menos flexibilidade. Sem contar que os aeroportos usados pelas companhias low-cost são geralmente mais distantes dos grandes centros.

O ponto mais polêmico é a diferença de salários e encargos. Os sindicatos franceses acusam as campeãs do low-cost de "dumping social", mas a AF não perde tempo: Recruta seus efetivos cada vez mais fora da França. C'est la vie!

Lyon é um sinal desta invasão. A AF não cedeu espaço para a Easyjet no aeroporto. A Easyjet e as autoridades locais montaram um galpão pré-fabricado ao lado do aeroporto. Virou o novo terminal 3. Enquanto que o aeroporto fica às moscas, o galpão improvisado da Easyjet está fervilhando.


Foto: Tomada do Hôtel de Ville de Saint-Étienne, no Departamento do Loire. O meu programa na cidade foi a visita da recém inaugurada Cidade do Design. Porém, em frente do Hôtel de Ville, encontrei uma feira de carros bem interessante. Advinha aonde eu passei mais tempo?

Mais informações: http://www.citedudesign.com/
Post a Comment