Monday, June 15, 2009

Descontão

Na França, domina a cultura do pequeno varejo, do mercadinho da esquina. Embora o país seja a origem de grandes grupos como o Carrefour e o Casino (Pão de Açucar), ainda hoje se faz manifestações contra os hipermercados, aqui chamados de "grande surface".

O que mais chama nossa atenção neste segmento é o efeito da perda de poder aquisitivo de parte da população, fenômeno não relacionado à crise recente, mas à estagnação dos últimos anos.

Depois do sucesso das marcas próprias nas redes principais, apareceram redes de supermercados que só vendem marcas próprias - com descontos consideráveis, é claro - que conquistaram as classes menos abastadas da Europa. A última novidade são os supermercados de produtos vencidos: Descontos ainda maiores! Obviamente, esta sensação da periferia não comercializa produtos perecíveis (pelo menos na frente dos jornalistas que andam comentando o assunto, pois eu não fui conferir pessoalmente). De qualquer forma, chega a ser surpreendente.


Foto: Acima, o conjunto da velha prefeitura de Praga, que tem no relógio astronômico a sua maior atração. Abaixo, o detalhe do relógio em hora cheia, quando as duas pequenas janelas se abrem para a aparição dos doze apóstolos. O relógio de 1410 retrata bem o espírito da época, do cristianismo exacerbado do Sacro Império. As quatro esculturas na parte inferior da foto simbolizam as suas maiores aversões. Da esquerda para a direita: A vaidade (figura com o espelho), a avareza (caricatura do judeu com um saco de dinheiro), a morte e o invasor pagão (turco).



Post a Comment